fbpx

Gyoza

Gyoza é um “bolinho” muito conhecido pelos japoneses, mas possui origem chinesa e é chamado de jiaozi.

Conta a lenda que esses bolinhos tinham formato de orelha e eram usados por um médico tradicional para curar queimaduras pelo frio (frostbites, onde as partes mais afetadas eram as extremidades, como a orelha). Continham ingredientes que esquentavam o corpo: carne de cordeiro, pimenta do reino e ervas medicinais, que eram servidos juntos a uma sopa durante a véspera de Ano Novo chinês.

E a tradição continuou até hoje, onde as famílias chinesas nortenhas se juntam fazer e comer o jiaozi ao final do ano.

Para os japoneses, o gyoza é um prato consumido pelo ano todo, como um acompanhamento ao lado do arroz.

Depois dessa introdução, vamos experimentar um gyoza em casa? Dá para fazer do zero e não precisa de muita coisa!

Rendimento: 30-40 gyozas.

Ingredientes

Massa do gyoza
  • 2 xícaras (chá) de farinha de trigo peneirada
  • 1 xícara (chá) de água quente
  • pitada de sal
Recheio
  • 400g de carne de porco moída ou cozida e desfiada
  • 1/4 de repolho fatiado fino
  • 2 cebolas pequenas fatiadas finas
  • Cebolinha fatiada (opcional)
  • Óleo de gergelim ou óleo vegetal para refogar

Modo de preparo

Massa: Colocar a água aos poucos na farinha de trigo e ir misturando com uma colher até a massa desgrudar. Fazer um formato comprido e deixar descansando por 30min.

Separar em pedaços menores e iguais, abrir com um rolo (~1cm de espessura), cortar em discos (15cm). Passar farinha em cada disco para não grudar.

Recheio: Refogar a cebola no óleo, colocar a carne e depois o repolho. Mexer por 5min e finalizar com a cebolinha (opcional).

Montagem: Rechear cada disco com um pouco de recheio no meio, plissar um dos lados (dobrar como um drapeado) e reservar.

Grelhar em um pouco de óleo, assim que dourar um lado, colocar um pouco de água e tampar por 5min para cozinhar no vapor.

Servir com um molho (misturar 2 colheres (sopa) de shoyu, 1 colher (sopa) de vinagre e 1 colher (chá) de gengibre ralado).

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Ir para o topo