Frituras,  Itália,  Ovo-vegetarianos,  Pratos Quentes

Arancini (Bolinho de Risoto)

O quê fazer com aquelas sobras de risoto? Um belo aperitivo siciliano, conhecido como Arancini (Bolinho de Risoto)! Contaremos uma breve história sobre ele e depois podem se deliciar com a receita no passo-a-passo!

O nome Arancini deriva da palavra italiana Arancia, que significa laranja, pelo formato redondo e cor “alaranjada” do bolinho após ser frito. Arancini significaria literalmente  “pequenas laranjas” (há quem escreva Arancine, indicando uma palavra do gênero feminino).  Acredita-se que o Arancini tenha aparecido durante o período em que os árabes invadiram o território siciliano (Sicília, região da Itália) e com isso, influenciavam a cultura local e traziam especiarias como o açafrão (presente no preparo do risoto).  Sua preparação era basicamente feita por um bolinho de arroz com açafrão, envolvido por ervas e carne. A camada de farinha de rosca surgiu da necessidade de transportar o bolinho durante viagens, para manter a sua estrutura intacta, sugerida por Frederico II, imperador siciliano do século XI.

Na região da Sicília, o Arancine é servido como entrada, recheado com ragú de carne, mozzarella (aqui chamamos de muçarela de búfala) e molho à bolonhesa, coberto por farinha de rosca e frito por imersão. Outra variação comum, seria o Arancino, parecido com o formato da nossa coxinha, também recheado com ragú e queijos típicos ou ainda, complementado com manteiga  e provolone (Arancino al Burro).

Depois de conhecerem um pouquinho sobre a história do Arancine, vamos à receita? Utilizamos sobras de Risoto de Shiitake que fizemos e recheamos com cubinhos de muçarela. Ficou delicioso! Segue a receita:

Arancini

Ingredientes:

  • 200g de sobras de risoto
  • 100g de muçarela cortada em cubos
  • 3 ovos
  • 300g de farinha de rosca
  • Óleo para fritar

Modo de Preparo:

1. Adicionar 1 ovo à sobra de risoto e misturar bem (o risoto não deve estar quente).

20161120_1800272. Pegar uma porção de risoto (que caiba na palma da mão), achatar, formando um disco. Colocar o cubinho de muçarela por cima.

20161120_1749123. Separar uma tigela com os dois ovos restantes e outra com farinha de rosca. Fechar o bolinho em formato de esfera, com o queijo no meio e passar no ovo de forma a cobrir todo o bolinho e na farinha de rosca para ficar com uma leve camada.

20161122_0108094. Passar o bolinho novamente no ovo e na farinha de rosca de modo que fique bem coberto (pressione bem com as mãos para o empanado ficar bem aderido). Repetir os passos anteriores com o restante dos bolinhos.

20161120_1744355. Aquecer uma frigideira com o óleo, até 175-180°C e colocar o bolinho. Deverá ficar coberto de óleo para que frite bem (técnica conhecida como fritura por imersão). Escorrer o excesso com papel-toalha e servir ainda quente. Fica bem crocante e a muçarela derretidinha por dentro!

20161120_175148

Dicas:

  • Congelar os bolinhos que não for usar por até 10 dias (colocando-os em saquinhos);
  • No lugar da farinha de rosca, podem utilizar farinha Panko (Panko breadcrumbs);
  • Servir com molho de tomate ou à bolonhesa, acrescentando pimenta a gosto;
  • Quando congelar, colocar por 30s no microondas antes da fritura (para que o recheio não fique gelado depois de fritar).

Obs.: Essa receita foi inspirada no Arancini descrito no livro “400g” e as dicas são pequenos conhecimentos que adquiri enquanto trabalhei no restaurante.

 

 

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *