Dicas e Curiosidades

Segredos na Escolha e Preparo de Bifes

É errando que se aprende! Quando estava aprendendo a fazer bife, não sabia onde começar. Era só colocar sal, cebola e a carne? Descobri que era isso e um pouco mais…

Aí vão algumas dicas sobre a escolha e preparo dos meus bifes que fui aprendendo com o tempo:

1. Ver o aspecto da carne. Olho a cor da carne, quanto mais avermelhada e fibras mais fortes, mais fresca e menos problema com intoxicação alimentar, depois (meu intestino é bem frágil). A carne não pode ter um verde brilhante (indica a presença de bactérias que fazem mal).

2. Amaciar a carne. Amacio carnes mais duras, como a alcatra. Uso um martelinho de ferro e dou umas pancadinhas em ambos os lados.

3. Colocar sal, alho, ervas aromáticas (salsa, coentro, tomilho) e/ou temperos secos em cima da carne, antes de levar ao fogo. Temperar um pouco antes pode dar mais sabor ao bife!

4. Mais tempo ou menos tempo no fogo. Depende da grossura do bife, do ponto da carne e do tipo de gordura (óleo, manteiga, azeite, outro) que irão usar. Para bifes com 2cm de espessura (contra-filé), leva uns 10-15 minutos em fogo médio.

5. Cebola e cebolinha colocados depois de cozinhar o bife. A cebola doura rapidamente e pode queimar quando colocada antes do bife (fica com cor escura e sabor amargo). Já a cebolinha, perde as propriedades quando cozida por muito tempo, melhor colocar ambos ao final! Preparo a cebola, douro por uns 5 minutos e depois coloco os bifes prontos em cima e misturo. Ficam com um gostinho acebolado!

6.  A carne bem passada apresenta uma cor castanha. A cor da carne fica toda marrom, em ambos os lados. Se ficar meio esverdeada e brilhante, tome cuidado, pois a carne estará contaminada com bactérias que fazem mal.

Espero que com estas pequenas dicas que passei, seus bifes fiquem mais gostosos, ainda!

Se tiver outra dica ou sugestão, envie nos comentários!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *